Cultura Brasileira: no ar desde 1998

O Jogo da Direita

“Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei. No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar...”

Martin Niemöller, 1933

            Os partidos dos Banqueiros e Apostadores na Bolsa de Valores (PT, PCdoB e sua Base Alugada) têm traçadas algumas estratégias para 2015. É interessante conhecermos qual o seu jogo de ataque ao Brasil e aos Brasileiros para traçarmos estratégias defensivas.

        Todo o cuidado é pouco. O avanço fascista do PT está conduzindo o país ao que Luís Felipe Pondé chama de "um Golpe de Estado Invisível".

 

 

 

 

   

“Tu sabes,

 conheces melhor do que eu

a velha história.

Na primeira noite eles se aproximam

e roubam uma flor

do nosso jardim.

E não dizemos nada.

Na segunda noite, já não se escondem:

pisam as flores,

matam nosso cão,

e não dizemos nada.

Até que um dia,

o mais frágil deles

entra sozinho em nossa casa,

rouba-nos a luz, e,

conhecendo nosso medo,

arranca-nos a voz da garganta.

E já não podemos dizer nada.”

Eduardo Alves da Costa – “No Caminho com Maiakóvski”

Relembrando...

 

            Há PROVAS! Não se pode mais falar em “rumores” ou “especulações”, as PROVAS abundam e já conduzem vários organismos internacionais a processar a Presidente da República, toda a Diretoria da Petrobrás e vários de seus associados denunciados no processo que começou com a operação “Lava Jato” e já arrola vários Ministros, Senadores, Deputados e Juízes além dos funcionários de livre designação e mesmo aqueles “de carreira” cooptados pelo Crime Organizado que governa o Brasil há 12 anos. Já se comprovou também que os montantes envolvendo o que já entrou para o imaginário popular brasileiro como “Escândalo do Petrolão” giram na casa dos Bilhões de Dólares, fazendo parecer o “Escândalo do Mensalão” parecer coisa de meros batedores de carteira. Recursos desviados da Petrobrás foram usados para pagar as multas aplicadas aos corruptos denunciados no Escândalo do Mensalão e seus advogados e estavam precisamente sendo usados para – a exemplo do que aconteceu com o Mensalão – alimentar a campanha reeleitoral petista quando a presidente decidiu saquear os cofres públicos diretamente, removendo o dinheiro que seria usado para pagar o Serviço da Dívida (aqui, mais uma traição petista: a prometida Auditoria da Dívida – realizada com sucesso pela Esquerda no Uruguai – jamais foi realizada no Brasil) e desviando-o para alimentar a campanha eleitoral mais suja da história da República. Gasto o dinheiro e vitória assegurada, graças não apenas à forma como ocorrem as eleições no Brasil (voto compulsório, urnas eletrônicas, juiz eleitoral petista e toda a máquina governamental a serviço da prorrogação do regime dos criminosos no poder) ficou caracterizado o Crime de Responsabilidade da Presidente da República – o que, em qualquer país civilizado, já seria suficiente para lhe impedir a posse: conheço várias cidades brasileiras que tiveram seus prefeitos eleitos em primeiro lugar IMPEDIDOS de tomar posse em 2012 PRECISAMENTE por haverem cometido esse mesmo crime que Dilma Rousseff cometeu – o governo decidiu mudar a lei retroativamente para anistiar a presidente do Crime de Responsabilidade através do PLN36/2014. Entenda os detalhes de mais esse escândalo aqui.

 

A Vaca da donadilma tossiu...

 

            donadilma disse durante a campanha que não mexeria nos direitos trabalhistas “nem que a vaca tussa". Você se recorda disso? Bom, a vaca da donadilma tossiu. No final da tarde deste 29 de dezembro, donadilma, através de seu Ministro Chefe da Casa Civil, o famoso trapalhão a quem Lula fazia questão de recusar qualquer cargo no governo anunciou medidas brutalizantes aos direitos trabalhistas como redução do pagamento de pensão por morte e auxílio doença, regras mais rígidas para a concessão do Seguro Desemprego. Confira a reportagem completa na insuspeita e petista Folha de S. Paulo, clicando aqui.  Como se não bastasse, enquanto o salário mínimo foi reajustado em míseros R$ 60, passando de R$ 724,00 para R$ 788,06 (não podemos nos esquecer de que o preço de tudo o mais AUMENTOU BEM MAIS que estes míseros R$ 60, no ano que finda e está anunciado também na insuspeitíssima e petíssima Folha na Reportagem “Tarifaço Apertará Famílias a Partir de Janeiro”). E ainda tem gente ingênua acreditando que esse governo criminoso tem alguma coisa de "esquerda"... Durma-se com um barulho desses!

 

 

 

 

     

“Primeiro levaram os negros, mas não me importei com isso. Eu não era negro. Em seguida levaram alguns operários, mas não me importei com isso. Eu também não era operário. Depois prenderam os miseráveis, mas não me importei com isso porque eu não sou miserável. Depois agarraram uns desempregados, mas como tenho meu emprego, também não me importei. Agora estão me levando, mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo.”

Bertold Brecht (1898-1956)

 

Al Grano, Amigos: O Jogo da Direita para 2015

 

1 – Sob o singelo nome de “Controle Social da Mídia” vem aí a Censura à Imprensa Escrita, Radiofônica, Televisionada e pela Internet. Com uma ampla Base Alugada no Congresso e maioria de juízes petistas no STF, se a Sociedade não ficar atenta, perderemos esta profunda conquista democrática: os criminosos no poder alegam “estar com medo do golpismo das elites”. Impossível olvidar o óbvio paralelo com a Alemanha Nazista que censurou e silenciou a oposição e só se podia ser juiz (ou ter qualquer emprego, por falar nisso) se prestasse incondicional apoio ao governo dos bandidos. O silêncio da OAB e da ABI em relação a estas agressões a nossas conquistas democráticas beira – ou ultrapassa! – as raias do criminoso!

 

2 – Manutenção de juros altos e redução no poder aquisitivo da população, alegadamente “para combater a inflação e estimular o crescimento do país atraindo o capital estrangeiro”. Sei. Atrair o capital motel que joga na bolsa que paga os juros mais altos do mundo não estimula a produção de coisíssima nenhuma, só aumenta a concentração da riqueza e a injustiça social no país mais desigual da América (ainda segundo a Folha, confira em “Brasil é o país mais desigual da América, segundo a ONU”).

            São medidas que partem de uma premissa totalmente equivocada tendo em vista a voracidade do mercador brasileiro. Confira onde você mora: cada vez que o governo reduz o poder aquisitivo da população os preços AUMENTAM ao invés de diminuir, que seria o esperado em países civilizados. Justiça seja feita, Collor de Mello, sob a orientação de Wall Street, tentou fazer isso de uma vez, “destruir a inflação com um Ypon” e retirou grande quantidade moeda de circulação de uma só vez com os resultados desastrosos que conhecemos; Wall Street aprendeu a lição e percebeu que aquela retirada deveria ser feita gradualmente, determinando aos países-satélite o que ficou conhecido como “Consenso de Washington”, entre nós “Plano Real”, na Argentina “Plano Cavallo” e por aí vai. Desnecessário enfatizar que Lula da Silva e Dilma Rousseff continuaram com o mesmo receituário desastroso, conforme abordo em minha crítica ao ensaio (irrepreensível) de Sérgio Miranda, “A Herança Maldita de FHC” em “Da Herança Maldita de FHC à Era da Traição de Lula da Silva”.

A finalidade da nova experiência é a mesma: reduzir gradualmente a quantidade de moeda em circulação a fim de controlar a inflação; que o mercador, enfim, seja FORÇADO a reduzir o preço pois haverá menos gente comprando seus produtos. Esse é mais um dos males de se aplicar uma receita estrangeira num país periférico. O mercador brasileiro é tão voraz que, ao invés de reduzir, AUMENTA o preço do produto pois há menos gente comprando e, como há uma brutal concentração de rendas por aqui, sempre haverá quem compre os produtos a venda, mesmo que mais onerosos. Que a turma do Andar de Baixo deixe de ter acesso aos produtos ofertados no Mercado passa incólume pela leitura dos arúspices da economia nacional: percebem que os preços seguem aumentando mesmo com menos moeda em circulação e aumentam a dose do que um Amigo chama de “remédio certo para a doença errada”: incrementam as taxas de juros e reduzem ainda mais a quantidade de moeda em circulação, reduzindo o número de comensais e mantendo intocado o lucro do mercador voraz do Brasil. A única vez em que se mexeu com isso de maneira miseravelmente próxima do eficaz foi quando Maria da Conceição Tavares (uma portuguesa tão simpática quanto autoritária, lembra dela?), durante o governo Sarney, determinou um controle NOS PREÇOS. O mercador voraz brasileiro apostou para ver, retirou a mercadoria de circulação e aguardou a liberação que não tardou e a inflação explodiu novamente.

Tudo indica que o receituário seguirá sendo o mesmo: concentração crescente da renda produzida pelos trabalhadores brasileiros que cada vez menos acesso terão ao que eles mesmos geram... A menos que a equipeconômica se sintonize com a realidade do Brasil de verdade e pare de acreditar na propaganda que eles mesmos produzem.

Parêntese: este é outro dos males do desgoverno do PT/PCdoB: fazer propagandas mostrando um Brasil maravilhoso, com pleno emprego e alta renda para os trabalhadores e governar com os olhos na propaganda descolada da realidade... Isso tem um limite: a realidade, mais cedo ou mais tarde, baterá forte na porta dos criminosos que se apoderaram do Estado, inclusive compreendendo mal até mesmo o significado de “privatização” que, para eles, deixou de ser a transferência de Empresas Estatais para a Iniciativa Privada passando a ser a apropriação privada individual dos recursos das Empresas Estatais como está claro no Escândalo do Petrolão.

3 – Pressão para a criação do que na falecida União Soviética se chamava de “Sovietes”, “Conselhos Populares”. Bem, na ex-URSS, primeiro o Soviete surgiu, depois foi regularizado e conduzido ao poder em 1917. “Todo o poder aos Conselhos Populares (Sovietes)” era a principal bandeira daquela que foi a mais importante Revolução Popular do Século Passado. No Brasil, os Conselhos Populares não existem e, dentro da concepção romana do Direito, seriam criados por Lei e a eles seria concedido o Poder removido do Parlamento. É uma luta que promete, precisamos prestar bastante atenção a como a oposição – como o governo, também de direita, estamos sem esquerda no Brasil de fato – reagirá a essa tentativa fascista de extinguir a oposição.

O Filósofo Luís Felipe Pondé aponta para o golpismo explicito no Decreto 8.243, que institui a "Política Nacional de Participação Social". Confira em DECRETO Nº 8.243, DE 23 DE MAIO DE 2014

 

4 – PSOL, reserva estratégica da Direita Brasileira. O PSOL, como disse alhures, começou até razoavelmente, com a Senadora Heloísa Helena buscando construir um Partido de Esquerda para os insatisfeitos com a guinada à Direita do PT. Em 2005 um grupo de 15 parlamentares petistas “rebeldes” se transferiu do PT para o PSOL pois estavam em vias de perder a legenda e assim a “boquinha” e, já em 2010 o PSOL deixou de ser um Partido de Esquerda passando a ser reserva tática da Direita (PT/PCdoB). Sempre – até este dia! – com um discurso Racional, Esquerdista e francamente irrepreensível, contudo mantendo as práticas aprendidas na Direita Petista, que Brizola chamava de “galinhas que cacarejam para a esquerda e botam ovos para a direita”, conseguem manter um contingente não desprezível de intelectuais, parlamentares e simpatizantes, é um partido, como dizíamos nos bons tempos “de cúpula”, sem ligação com qualquer sindicato ou movimento popular vivo. Traz perigo pois, se houver um desgaste muito grande do PT e do PCdoB com o Escândalo do Petrolão entre tantos outros que ainda surgirão no próximo ano – já se anuncia mesmo a criação da CPI do PAC, por exemplo – o PSOL poderá se apresentar como “oposição de esquerda” ao PT e ao PCdoB mesmo que os parlamentares daqueles partidos venham a engrossar suas fileiras. A ingenuidade do eleitorado brasileiro parece não ter fim.

5 – A Direita na Oposição consegue hoje situar-se à esquerda da Direita no Poder, em outras palavras, o PSDB está hoje à esquerda do PT e do PCdoB. Atavicamente ligados mecanicamente aos nomes das legendas e incapacitados de ver o desenvolvimento dialético da realidade será trabalhoso mesmo demonstrar isso. Cabe aos parlamentares tucanos demonstrar isso na prática. Há um exemplo em pauta: em 2013 o Senador Aécio Neves apresentou dois Projetos de Lei que vêm sendo sistematicamente SABOTADOS pelo PT e sua Base Alugada; O PL 448 que torna o Bolsa Família um programa permanente no país por meio da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), pondo fim ao controle político que o governo faz do programa e o PL 458 garante por mais seis meses o benefício às famílias que superam a renda estabelecida pelo programa, mas ainda não ganharam segurança financeira. Ora, se o PSDB (que é um partido situado à direita, defensor dos mercadores, banqueiros e apostadores na bolsa de valores) tem propostas mais consistentes e abrangentes para o povo brasileiro a outra Direita, hoje no poder (PT e PCdoB, com o apoio do PSOL, que também defende – na prática, embora discursem na direção oposta à sua prática, confundindo os menos atentos – os mercadores, os banqueiros e os apostadores na bolsa de valores) digo que o PSDB, dentro do espectro de partidos direitistas brasileiros, está DE FATO, à esquerda do PT, do PCdoB e do PSOL hoje. Enfatizo HOJE, pois em política tudo pode se transformar e esse é o significado mais desprezado da Dialética, mesmo pelos mais atentos.

 

            Pressinto fortes emoções no horizonte. Mas só depois do Carnaval, quando o Brasil volta a funcionar na prática...

Lázaro Curvêlo Chaves – 29/12/2014

 

 

Outros Artigos de Interesse

 

Balanço das Eleições 2014 - Lázaro Curvêlo Chaves - 07/11/2014

O Que é Sociologia? Uma Nova Abordagem

Brasil controlado pelo crime organizado

Falsa Esquerda Alimenta o Anticomunismo

Apontamentos para a História do Brasil; 1ª Parte: da Posse de Lula da Silva ao Escândalo do Mensalão, incluindo o "Troféu Berzoíni de Crueldade"

Apontamentos para a História do Brasil; 2ª Parte: em elaboração (Vampiros, Sanguessugas, Queda de Ministros Corruptos, mais denúncias de corrupção, incúria e incompetência...)

Apontamentos para a História do Brasil; 3ª Parte: queda de ministros corruptos no Terceiro Mandato Lula da Silva - exercido através de Dilma Rousseff, com uma exceção que confirma a regra

Década Perdida – Dez Anos de PT no Poder – Marco Antonio Villa (Uma Resenha)

Da Herança Maldita de FHC à Era da Traição de Lula da Silva

Globalizados e Globalizadores: O Que é Globalização

Vozes contra a Globalizacão - um outro mundo é possível 

Confira ainda:

Sociologia - Breve Introdução às Ciências Sociais

Aprendendo a Pensar Criticamente – Notas sobre Metodologia Científica

Falsa Esquerda Alimenta o Anticomunismo

 

 
Copyleft © LCC Publicações Eletrônicas Todo o conteúdo desta página pode ser copiado e divulgado para fins não comerciais. É educado sempre citar a fonte... Contato: https://www.facebook.com/lazaro.chaves